(71) 99325-6593 / (71) 3027-6972 sac@voefalcon.com.br

Ser Comissário de Voo exige algumas competências determinadas, assim como qualquer outra profissão. Primeiramente é importante estar formada para tal cargo e de fato entender com o que vai trabalhar. Confira neste texto o passo a passo básico para se tornar um comissário de voo.

Essa profissão é ideal para quem gosta de trabalhar viajando e de ter contato direto com público, além de ter boa comunicação e facilidade para lidar com diversos tipos de pessoas. É o comissário que atende os passageiros e garantem a segurança a bordo das aeronaves. Todo comissário recebe um extensivo treinamento para tal e além da parte técnica, são exigidas competências comportamentais e interpessoais.

A formação de um comissário

Para se tornar comissário não é necessário nenhum curso superior específico. Mas a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) exige um curso de comissário de bordo, que deve ter no mínimo 157 horas de aula.

Neste curso, a pessoa que quer trabalhar nesta área passa a conhecer detalhes sobre como é a rotina operacional de um tripulante. Além de aulas para aprendizagem, são feitos diversos exercícios e provas orientados pela ANAC, afim de comprovar as aptidões necessárias, e também a realização de exames físicos e psicológicos.

É necessário ter curso superior ou saber outros idiomas?

Ensino superior pode ser um diferencial, principalmente nas áreas de comunicação, mas não é um fator determinante. Já no caso de saber outras línguas, é importante o conhecimento do inglês. O inglês é o idioma oficial da aviação e é a forma que se pode interagir com passageiros de outras nacionalidades. Outros idiomas vão somar bastante ao curriculum também.

Salário e mais informações

O comissário de bordo, ganha em média de R$3 mil a R$6 mil. Esse trabalho geralmente oferta plano de carreira e alguns outros benefícios, tanto para o funcionário, quanto para os seus familiares.

Além de um salário fixo, o comissário pode ganhar benefícios de passagens para sua família, plano de saúde e outras vantagens que cada companhia aérea oferece por conta própria, ou seja, não se trata de regras gerais.

É exigido após a conclusão do curso um certificado médico aeronáutico que vai atestar a capacidade física do tripulante para o exercício da profissão. Algumas empresas determinam altura mínima devido ao ambiente, já que o profissional precisa alcançar determinados lugares dentro de um avião, como o bagageiro interno que fica na parte superior da aeronave.

Venha para Falcon e realize seu sonho

Conseguiu tirar suas dúvidas sobre esse tema? Quer saber mais sobre o curso? A Falcon – Centro de Instrução de Aviação Civil, oferece o curso de comissário de bordo, com todo o aparato necessário para você se profissionalizar.

Entre em contato conosco através do nosso WhatsApp ou e-mail, tire todas as dúvidas que ainda tiver e feche sua matrícula. Se vai começar algo novo em sua vida, conte com a Falcon para transformar seu mundo profissional!

Contate-nos

13 + 1 =